21 de abril de 2012

sete mil novecentos e quatorze

Largo da Academia das Belas Artes, 25 de Fevereiro de 2012, já a primavera ia larga.

~
" (...) Então Abril chega e é só mais um mês,
 e a primavera rebenta cada vez mais distante
 dos nossos gestos. Não contamos os cabelos,
 mas vê-se bem que são cada vez menos
 e a juventude, essa foi uma piada que na altura
 não entendemos, e agora é já um pouco tarde
 para nos começarmos a rir.
 Estas coisas acontecem por uma boa razão,
 acho eu. Mas o meu timing continua a não ser
 dos melhores. Até por aí
 me achego mais a versos, nestes cadernos
 de exercícios onde marcamos encontros às cegas
 em lugares onde às tantas até é indiferente
 se mais alguém virá ou não." ~ dvp